sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Bom Ano Novo

O ano que está a terminar, trouxe-nos a tristeza de ver o nosso Infesta regressar aos campeonatos distritais, mas este mesmo ano, termina com o Infesta líder invicto da Divisão de Honra da AF Porto. 2011 pode ser sinónimo do regresso do Infesta aos nacionais e quem sabe com um titulo de campeão na bagagem. Tudo aponta para que o novo ano, seja um ano de gloria para este clube com pergaminhos no futebol nacional. O Blogue do Infesta promete continuar o mais presente possível, nos acontecimentos do nosso clube e para isso, como já tinha dito na mensagem de Natal, preciso que continuem sempre com esta alegria e interesse e que continuem a visitar o blogue com a vossa preferência e atenção, pois só assim, tenho motivos para procurar sempre o melhor. A todos os infestistas, amigos e demais familiares, desejo que o Ano 2011 vos traga muita saúde, paz e harmonia e também muita felicidade e alegrias ao FC Infesta.


BOM ANO 2011!

Jantar de Natal

No Restaurante Malheiro, o FC de Infesta realizou o tradicional Jantar de Natal para dirigentes, seccionistas e respectivos familiares.
É um jantar que o Presidente Manuel Ramos mantém ao longo dos anos em jeito de reconhecer a união de todos os dirigentes, em prol de um Infesta maior. E nada melhor que o fazer nesta quadra natalícia.
Depois do bacalhau com batatas e das respectivas guloseimas propicias da ocasião, houve como sempre as trocas de lembranças entre os presentes, e o hino do Infesta cantado por todos.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

Balanço do ano

A Direcção do Infesta reuniu extraordinariamente em casa do Presidente Manuel Ramos, com o intuito de apresentar cumprimentos natalícios. No entanto, a reunião acabou por ser especial, na qual se aproveitou para se fazer um balanço e enaltecer os êxitos que estão a ser alcançados por vários escalões: Andebol e Futebol, para os quais foram propostos votos de louvor.
Assim, o dirigente de Andebol António Fonseca, desenvolveu a actividade do Andebol e falou da Festa de Natal que envolveu todos os atletas em vários jogos, com equipas convidadas, e que as bancadas do pavilhão da escola foram constantemente preenchidas com publico simpatizante da modalidade.
Salientou, ainda, o bom trabalho que se tem feito no Andebol sénior, equipa formada à base de jogadores ex-juniores e que continua invencível, liderando o seu campeonato, lamentando a falta que está a fazer o pavilhão prometido pela Câmara Municipal há vários anos.
Depois os elogios foram para o dirigente José Catalão, que acumula a função de treinador de juniores de futebol. Catalão substituiu o ex-técnico Valdemar Silva, e dai para cá a equipa está mais disciplinada e ainda não conheceu o sabor amargo da derrota, tendo conseguido nas 10 jornadas, 7 vitorias e 3 empates.
Ainda sobre a formação, foi distinguido o bom trabalho desenvolvido pelos Benjamins (sem derrotas) e ao seu mister Jorge, ao conseguir classificar-se em 1º lugar na 1ª fase.
Por fim, falou-se da equipa sensação sénior e do seu treinador, Prof.Zé Manel, que conseguiram fazer 15 jogos sem perder (13 vitorias e 2 empates). É sem duvidas um novo recorde na vida do clube, e mais valor tem se tivermos em linha de conta que foram 15 jogos fora de casa, uma vez que o Infesta ainda não joga em casa própria.
O responsável do futebol, José Teixeira elogiou este principio de época e o empenho demonstrado por todo o plantel, distinguindo a dupla Pedro Nuno e Paulinho que somam 19 golos marcados.
Foram abordadas as obras da Arroteia que já tem o relvado sintético concluído, mas que as obras das bancadas e balneários estão lamentavelmente paradas há cerca de um mês, não se sabendo porquê. Manuel Ramos propôs ao empreiteiro um aceleramento da obra e inclusivamente indicou a data do seu aniversário (16 de Janeiro, 78 anos) para a inauguração do Parque Desportivo da Arroteia. Sem duvida que era uma prenda bem merecida do aniversariante e assim já se podia receber o Salgueiros em casa própria.
Sobre o Complexo Desportivo para o Infesta prometido pela Câmara Municipal há 20 anos e protocolado em Julho de 2009 entre municipalidade e o Infesta, a direcção acredita que o Ano 2011 vai finalmente ser o ano do seu arranque.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Igualdade a dois com o Serzedo

Paulinho, bisou no encontro
No Complexo Desportivo da Rainha, o Infesta empatou ontem a dois frente ao Serzedo, 2º classificado da Série 1 da 1ª Divisão Distrital da AF Porto. A equipa do Serzedo conseguiu chegar ao intervalo a vencer por 2-0, mas na 2ª parte, o Infesta mostrou porque é líder invicto na Divisão de Honra e depois de Pedro Nuno ter falhado uma grande penalidade, Paulinho bisou no encontro, restabelecendo a igualdade no marcador. Recorde-se que esta equipa de Gaia, foi para já a única que conseguiu derrotar o Infesta nesta temporada quando na pré-época, venceu por 2-1 culminando assim uma série de 5 jogos que o Infesta tinha disputado em apenas 8 dias. José Manuel Ribeiro continua a preparação para o jogo com o Pedras Rubras no próximo dia 9 de Janeiro, sem ausências no plantel.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Todos a 100 por cento!

Líder invicto da Divisão de Honra, o Infesta iniciou já a preparação da visita a Pedras Rubras (2º) sem qualquer baixa a atrapalhar os planos.

FONTE: Jornal A Bola

Infesta defronta o Serzedo antes do fim de ano

Em jogo de preparação para o novo ano, o Infesta desloca-se ao Complexo Desportivo da Rainha para defrontar o Serzedo, amanhã, dia 29 às 19h30. A equipa de Vila Nova de Gaia foi a única que conseguiu derrotar o Infesta nesta temporada em jogo de preparação no dia 29 de Agosto, onde o Infesta perdeu 2-1 sendo o último jogo de uma série de cinco que tinha efectuado em 8 dias. Será um jogo para o treinador José Manuel Ribeiro, preparar da melhor forma a importante deslocação no próximo dia 9 de Janeiro a Pedras Rubras em jogo da 16ª jornada da Divisão de Honra.

Os Blue Devils continuam a recrutar pessoas para no dia 9, se deslocarem até Pedras Rubras apoiar o Infesta. O preço do bilhete na camioneta é de 2,50€ com partida do Campo Moreira Marques às 14h00 e chegada após o final do jogo. As inscrições e o pagamento podem ser feitos no Café Bom Dia, junto ao Campo Moreira Marques, até dia 6 de Janeiro.

domingo, 26 de dezembro de 2010

Comunicado dos Blue Devils

"Os Blue Devils informam que estão oficialmente abertas as inscrições para a excursão a Pedras Rubras no próximo dia 9 de Janeiro de 2011. Aos interessados em acompanhar-nos nesta viagem até ao Complexo Desportivo de Pedras Rubras queiram inscrever-se no Café Bom Dia junto ao Estádio Moreira Marques ate dia 6 de Janeiro. Informa-mos também que as inscrições e pagamento tem de se feitas ate dia 6 do mesmo mês. Deixem também la o vosso numero de contacto bem como o vosso nome.
Os Blue Devils agradecem desde já a todos os interessados.
Obrigado a todos !!!
E vamos todos juntos levar o Infesta de volta a III Divisão Nacional."

Blogue da claque: www.bluedevilsinfesta.blogspot.com

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL

O Blogue do Infesta deseja a todos os infestistas e seus seguidores, os melhores votos de paz, saúde e boas festas. Quero que continuem sempre com esta alegria e interesse e que continuem a visitar o blogue com a vossa preferência e atenção, pois só assim, tenho motivos para procurar sempre o melhor. O Blogue do Infesta é um privilegiado porque conta com a vossa amizade, apoio e confiança. Quero oferecer sempre o melhor. Aos infestistas e não só, amigos e familiares, um muito obrigado por tudo e que tenham boas festas.

Feliz Natal!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Armando saiu do banco para dar a prenda ao Infesta

Infelizmente o Infesta continua a realizar os seus jogos em casa emprestada e desta vez sujeitou-se a jogar já pela noite dentro à base de iluminação artificial.
Este dérbi matosinhense, como se esperava, foi disputado com muita intensidade com as equipas a empenhar-se durante todo o jogo e o Infesta teve de mostrar credenciais e justificar porque é líder. Aqui e ali, teve algum ascendente e justificou o triunfo ao criar melhores oportunidades, duas delas bateram na trave.
Na primeira parte, o Infesta foi mais dominador e por sinal foi o Custóias a estar perto de inaugurar o marcador (6'). Após um mau atraso ao guarda-redes Miguel, Penantes interveio no lance e rematou, valeu Miguel que brilhou com uma defesa de recurso.
A equipa sensação deste campeonato tomou várias iniciativas atacantes, mas os seus avançados foram desperdiçando oportunidades: Vitinha I (7' e 22'), Paulinho (20'), Serge (23') e Cláudio (44'), com algum mérito do guarda-redes Rui, pela frente do Custóias pertenceu a Penantes a melhor oportunidade já em cima do intervalo, com um remate a sair rente ao poste.
Na segunda parte, o Infesta entrou mais determinado, jogando mais organizado e esteve melhor em questões ofensivas, e aos 60 minutos surgiu uma bomba de Vitinha que esbarrou na trave. Este lance parece ter dado alento aos mamedenses que minutos depois construíram colectivamente a jogada do golo, finalizado pelo recém-entrado Armando, em jogada rápida, surpreendeu toda a defensiva visitante. O Custóias sentiu a desvantagem e a resposta esteve perto do empate por intermédio de Cerejo, que obrigou Miguel a aplicar-se com arrojo.
Nos últimos minutos o Infesta esteve perto de aumentar a vantagem, mas tanto Almeida, que isolado errou o alvo aos 80', como Tiago Carvalho, já no declinar da festa rematou para a defesa incompleta de Rui que defendeu para a trave, recuperando depois a bola.
O Infesta somou assim mais 3 pontos, elevando para 15 jogos sem conhecer o amargo da derrota, entrando no ano novo com 7 pontos de vantagem sobre o 2º, que é precisamente o Pedras Rubras, o próximo adversário.
Arbitragem bem conduzida de Pedro Maia.

Treinador do Infesta: José Manuel Ribeiro
"Antes de mais quero dar os parabéns aos jogadores pelos 15 jogos fantásticos que fizeram. Desejo a todos eles e a seus familiares Bom Natal, assim como à massa adepta e Infestistas em geral, pelo apoio que nos têm dado desde o início da época. Espero que continuem a apoiar-nos cada vez mais.
Quanto ao jogo, acho que foi um jogo muito competitivo, quase sempre bem jogado e acho que o Infesta esteve melhor, foi a equipa mais organizada, mais compacta, criou mais oportunidades. O Custóias, que tem uma boa equipa, também criou uma ou duas boas oportunidades, mas nós tivemos mais, pena foi só aproveitar uma das muitas oportunidades criadas. Acho que 1-0 é justo.
Esta vitória vai dar-nos um descanso tranquilo nestas miniférias.
Até aqui tudo tem sido um sucesso, mas queremos continuar na senda das vitórias, vamos trabalhar para na próxima jornada, em Pedras Rubras, conseguirmos manter a diferença ou aumentar a vantagem, num jogo que certamente vai ser difícil para ambas as equipas."

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

Resumo da semana desportiva

A semana que antecede o Natal, foi a pior para o futebol. No andebol, apenas os juniores e minis perderam.

No futebol, os seniores continuam invencíveis. Este domingo, o golo solitário de Armando a 20 minutos do fim, foi suficiente para vencer o derbi frente ao Custóias em Leça do Balio. O Infesta continua imparável na liderança e já no próximo dia 9 de Janeiro, desloca-se ao terreno do 2º classificado Pedras Rubras. Um jogo que promete.
Os juniores também continuam a sua senda de vitorias. Desta vez, despacharam o S.Pedro da Cova por 1-5 e continuam na perseguição ao Lousada e Tirsense que estão a 3 e 4 pontos respectivamente. No inicio do ano, deslocam-se a Baião para a 1ª jornada da 2ª volta.
Após dois jogos sem perder, os juvenis voltaram ás derrotas, desta feita na deslocação ao Canidelo por 4-0. No final da primeira volta, a equipa mantém-se na 14ª posição a 8 pontos de Avintes e Pedras Rubras, 12º e 13º classificado. Na próxima jornada, desloca-se ao Leixões.
Os iniciados, foram surpreendentemente derrotados em casa por 3-5 frente à EF Paulo Faria. Uma derrota que não estava nas contas da equipa. O Infesta desceu à 5ª posição e já está a 10 pontos de diferença do líder Castelo da Maia. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao terreno do Rio Ave.
Os infantis, também foram surpreendidos em casa ao perderem por 0-1 com o Pedras Rubras, descendo à 3ª posição e perdendo a hipótese de alcançar o Senhora da Hora na liderança. Na próxima jornada há derbi, Senhora da Hora - Infesta.

No andebol, os seniores continuam na liderança da 3ª Divisão Nacional. Este sábado, venceram o Madalenense por 28-22 e mantêm dois pontos de avanço para o 2º classificado, Ílhavo. Agora vão ter direito a umas ferias prolongadas e só no dia 15 de Janeiro é que voltam a jogar para defrontar fora o Arsenal de Canelas.
Os juniores perderam na deslocação ao terreno do Xico Andebol por 33-30. Uma derrota injusta pois a equipa vimaranense, em nada foi superior ao Infesta. A equipa mantém-se no 11º lugar e no próximo dia 16 de Janeiro, desloca-se ao Ginásio do Sul.
Os juvenis venceram por 29-28 o CB Penafiel e estão na 4ª posição da fase final. Na próxima jornada deslocam-se ao Gondomar Cultural.
Os iniciados venceram o Tarouca por 37-18 e continuam na 2ª posição a dois pontos do Maria Balio. O Infesta termina o campeonato no dia 15 de Janeiro quando se deslocarem ao ISMAI.
Os infantis receberam o Vigorosa e venceram por 22-19 na 2ª jornada da prova complementar. A equipa ascendeu ao 2º posto, estando a apenas dois pontos do líder ISMAI. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao Boavista.
Os minis, sofreram a primeira derrota da temporada na deslocação ao Académico do Porto por 31-8. Uma derrota que atira o Infesta para a 4ª posição com os mesmos pontos do Vigorosa e Aguas Santas. Na próxima jornada, o Infesta recebe o Aguas Santas.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Blue Devils estão a preparar excursão para Pedras Rubras

Os "Blue Devils" (nome da claque), continuam a recrutar pessoal para apoiar o FC Infesta. Está já em marcha o processo para efectuarem uma excursão que terá inicio junto ao Campo Moreira Marques pelas 14h00/14h15, até Pedras Rubras no próximo dia 9 de Janeiro e com regresso após o jogo. O preço do bilhete de ida e volta na camioneta é de 2,50 € e os responsáveis da claque pedem para entrar em contacto pelo e-mail (nelitomaniac@gmail.com) ou por telemóvel para o 916249301 para reservarem um lugar na camioneta que é limitada a 55 lugares, a quem estiver interessado em ir. Pedem também que levem material alusivo ao Infesta, desde cachecóis, camisolas, gorros ou bandeiras e 3 rolos de papel higiénico.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Recrutamento para a nova claque

Um grupo de adeptos do FC Infesta, está a tentar organizar uma nova claque para apoiar o nosso Clube nesta luta pelo regresso aos nacionais. Neste momento está a ser recrutado o máximo de pessoal interessado para fazer parte desta organização. Quem estiver realmente interessado, pode contactar o Manuel Ribeiro, mentor do projecto por e-mail (nelitomaniac@gmail.com) ou pelo telemóvel 916249301.
Vamos apoiar o Infesta, já na importantíssima deslocação a Pedras Rubras no dia 9 de Janeiro.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Armando salta do banco e desata o nó da vitória

O Infesta continua imparável na liderança do campeonato. Os mamedenses somaram, frente ao Custóias, o 13.º triunfo da temporada e deram mais um passo firme no regresso aos Nacionais. Após 45 minutos de algum equilíbrio, nos quais os comandados de José Manuel Ribeiro dispuseram das melhores oportunidades de golo, os locais assumiram as rédeas do jogo e embalaram para a conquista dos três pontos. Armando precisou de apenas dez minutos em campo para desatar o nó, apontando o tento solitário que permitiu ao Infesta manter os perseguidores à distância. Em vantagem, e a jogarem em superioridade numérica, devido à expulsão de Bruno Cruz, os locais estiveram muito perto de dilatar o marcador, mas o remate de Paulinho embateu na trave da baliza defendida por Rui.

FONTE: Jornal de Noticias

Infesta terá um óptimo Natal mas cuidado com o Ano Novo

Este ano, correspondente à temporada em curso, tem sido um verdadeiro passeio para a turma do Infesta. Mais um jogo, nova vitória, tranquila, ainda que sofrida e apenas obtida aos 70'. Mas chegou para somar mais três pontos e para manter o Pedras Rubras, que também venceu, e bem, à distância de sete confortáveis pontos. Sete que poderão passar a dez ou... a escassos quatro, consoante o desfecho da próxima ronda, apenas a 9 de Janeiro do novel 2011. É que o Ano Novo abre com um escaldante Pedras Rubras-Infesta. O jogo que poderá decidir, definitivamente, que tem estofo para regressar aos campeonatos profissionais. Por agora, são os mamedenses que estão em... festa. Em quinze jornadas, só empataram duas, vencendo as demais. E dá que pensar que entre o primeiro e o lanterna vermelha - o Valonguense - há um hiato de 34 (!) pontos, e isto numa ronda em que o último até foi empatar a Lixa, que ocupa o honroso sexto posto.

FONTE: Jornal O Jogo

Infesta mantém invencibilidade

Distrital do Porto : Líder sente dificuldades para ultrapassar Custóias

O Infesta assegurou ontem a 13ª vitória da época, ao derrotar em casa o Custóias, por 1-0, em jogo da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto. Desta forma, mantém a vantagem de sete pontos sobre o 2º classificado, o Pedras Rubras.
Num dos dérbis mais aguardados deste campeonato, o Infesta teve pela frente uma equipa determinada, empenhada, procurando roubar pontos ao líder invicto. A partida foi sempre bem disputada, com muito equilíbrio a meio campo, sendo poucas as oportunidades de golo. Apesar do domínio, só em remates de fora da área o Infesta colocava algum perigo na baliza de Rui. O empate ao intervalo era justo, pelo que ambas as equipas produziram.
A segunda metade foi mais competitiva, o anfitrião entrou mais afoito e pressionou para chegar ao golo. Aos 62 minutos, Paulinho deu o primeiro sinal com um forte remate ao poste. O Infesta continuou a criar bons momentos de jogo e, num deles, marcou o tento que ditou o resultado final. Vitinha I colocou uma bola rasteira nas costas da defesa do Custóias, Armando foi mais rápido que o adversário directo, entrou pela direita e, perante a saída de Rui, marcou o golo decisivo. Em desvantagem, com menos um jogador nos quinze minutos finais (expulsão de Bruno Cruz), o Custóias procurou chegar ao empate, mas foi o anfitrião a enviar a bola para o ferro, à passagem do minuto 87, por Tiago Carvalho. Em suma, os forasteiros e tudo fizeram para alcançar outro resultado, vendendo cara a derrota.
Arbitragem positiva.

João Baptista Seixas

FONTE. Correio da Manhã

domingo, 19 de dezembro de 2010

Infesta termina o ano com vitória sofrida

Infesta e Custóias proporcionaram um jogo interessante e de muita luta, onde o equilíbrio foi a nota dominante durante toda a partida. Com varias ausências forçadas por lesão, José Manuel Ribeiro teve de apostar em Tiago Carvalho a defesa direito no lugar de António e com a ausência de Pedro Nuno, foi obrigado a colocar Rui Franco no meio campo, fazendo subir no terreno Vitinha a apoiar Paulinho no ataque.
O Infesta entrou melhor, com mais posse de bola, e aos 6 minutos, na sequência de um pontapé de canto de Paulinho que sofreu um desvio ao primeiro poste, Tiago Dias na zona da marca de penalti, atirou de cabeça ao lado. Na resposta, o Custóias esteve perto de marcar por Ramalho que apareceu pela esquerda mas Miguel respondeu com uma defesa de grande nível para canto. Aos 14 minutos numa má reposição de bola do guardião Rui Santos, Vitinha II recupera á entrada da área e após dois toques, atira para defesa a dois tempos do guarda-redes forasteiro. O Infesta dominava a seu belo prazer e aos 22 minutos, um grande passe de Paulinho que de costas para a baliza conseguiu desmarcar Vitinha II pela direita que conseguiu ganhar ao seu adversário, flectiu para o meio mas atirou por cima da baliza. Aos 24 minutos, grande jogada do Infesta, cruzamento de Cláudio da direita, Paulinho domina de peito, ajeita a bola à mercê de Serge que remata para uma boa defesa de Rui Santos. Só dava Infesta e aos 39 minutos, um remate de Paulinho levava selo de golo, valeu a estirada do guardião do Custóias que cedeu canto. A terminar uma primeira parte bastante emotiva, Carvalho cruza da direita para Paulinho que remata depois ao lado da baliza. Na resposta o Custóias quase marcava onde num lance de contra-ataque, surge um cruzamento da esquerda onde o avançado do Custóias, atira de cabeça rente ao poste da baliza de Miguel.
Chegava o intervalo com um empate a zero mas onde foi notória a falta de eficácia dos jogadores mais ofensivos do Infesta que não conseguiram traduzir em golos as oportunidades criadas.
A segunda parte foi menos emotiva e a primeira grande ocasião de golo surgiu apenas aos 62 minutos com um grande remate de Paulinho à barra da baliza do Custóias. O Custóias espreitava o contra-ataque mas eram inconsequentes as suas investidas e aos 70 minutos, o Infesta chegava à vantagem por Armando, que entrou para o lugar de Serge minutos antes, onde se conseguiu isolar após passe de Vitinha para o meio da área, Armando teve a cabeça fria para não falhar a oportunidade de colocar o Infesta na frente do marcador. As coisas ficaram piores para o Custóias quando aos 74 minutos, Bruno Cruz foi expulso por acumulação de amarelos, após bocas dirigidas ao arbitro da partida.
Até ao final do encontro, o Infesta soube controlar a partida, o Custóias conseguiu recuperar no terreno e teve mais posse de bola, mas raras foram as vezes que conseguia chegar à baliza do Infesta com perigo. Já depois dos 90 minutos, um momento insólito no encontro, Tiago Carvalho num pontapé para a frente, ainda antes do meio campo, numa forma de aliviar a bola da sua zona, quase fazia o segundo golo pois a mesma foi bater na barra da baliza de Rui Santos, fazendo com que o guarda-redes se tivesse de aplicar pois a bola ficou quase à mercê de Armando que já se preparava para facturar.
O Infesta venceu bem, pecando talvez pela finalização. O Custóias soube-se bater em campo, mas os seus atletas foram por vezes algo agressivos nas disputas de bola, principalmente após o golo do Infesta. O arbitro da partida foi condescendente com a dureza dos jogadores do Custóias o que só prejudicou o futebol praticado.

Veja aqui a ficha de jogo.

sábado, 18 de dezembro de 2010

Derbi matosinhense, 40 anos depois

Infesta e Custóias, não se encontram oficialmente à mais de 40 anos. Ambos disputaram pela ultima vez uma competição em conjunto na temporada 1968/69, quando ambos actuavam na II Divisão da AF Porto.
O Infesta, primeiro classificado com 38 pontos em 42 possíveis, recebe em Leça do Balio o Custóias, 8º classificado a 18 pontos do Infesta. Equipas com objectivos semelhantes, a luta pela subida à III divisão nacional, o que será inédito no caso do Custóias caso consiga tal feito. O Infesta tem feito um campeonato brilhante até aqui, consentindo apenas dois empates nas 14 jornadas disputadas e continua a ser detentor do melhor ataque e da melhor defesa. Já a equipa do Custóias, tem vindo a fazer um campeonato mais tranquilo, estando nos lugares a meio da tabela, não descurando a hipótese de subir mais um pouco na classificação... Será um confronto entre duas equipas vizinhas, onde curiosamente, o Custóias está mais perto de casa do que o Infesta que tem actuado em Leça do Balio como "casa emprestada". Na equipa do Custóias está Bruno Mendes, médio centro que terminou a sua formação e representou a equipa principal do Infesta no final dos anos 90. É uma equipa com jogadores experientes que já passaram pelas principais divisões do futebol português, como é o caso de Jorginho e Luizão e outros que se têm vindo a destacar na equipa como Ramalho, Penantes ou Félix.
Será sem duvida um espectáculo diferente de se assistir pois para além de ser um derbi, será disputado a horas tardias (17h30), o que terá de obrigatoriamente ser disputado sobe luz artificial.
O arbitro nomeado foi o Sr. Pedro Maia. Uma jornada onde o Pedras Rubras, desloca-se ao Avintes enquanto que o Grijó, recebe o Salgueiros 08.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Empate aceitável

O 0-0 final é um resultado aceitável e explica a debilidade das equipas em questões de finalização. O Barrosas, no entanto, teve maior caudal ofensivo, mas os mamedenses bem organizados não deixaram criar grandes problemas junto ao guarda-redes Miguel.
Num pelado irregular, o Barrosas disputou os lances sempre com muita raça e por vezes com muita dureza, mas sem grande progressão no terreno. O Infesta demorou a adaptar-se às situações que se lhe apresentavam e teve dificuldades em construir jogadas ofensivas e só apenas uma vez criou perigo com um remate de Coutinho a sair sobre a trave já perto do intervalo.
Por outro lado, neste mesmo período Miguel esteve muito activo, mas quase sempre em lances inofensivos e por apenas uma vez viu a bola a passar junto ao poste.
A segunda parte foi mais disputada com a equipa da casa a ter mais iniciativas ofensivas. Aos 52’, Miguel mostrou classe ao defender em dois tempos dois remates de Bessa, pouco depois o Infesta foi bafejado com alguma sorte com Miguel no principal momento do jogo a ver um remate de Lopes a esbarrar no poste. A partir daqui, o Infesta assumiu o jogo, cresceu e com alguma inspiração foi criando perigo, com saliência para um remate cruzado de Vitinha II (67’) que obrigou o guarda-redes Ricardo a defender para canto. Assim como aos 89’ foi a vez de Vitinha I rematar forte para novamente Ricardo brilhar com uma defesa espectacular.
Numa partida que o Infesta aumentou o seu recorde para 14 jornadas sem perder a arbitragem, foi bem conduzida.

Treinador do Infesta: José Manuel Ribeiro
"Defrontamos uma equipa que utilizou muita agressividade e, na minha opinião, acima do normal, e que o arbitro permitiu. Não estávamos a contar que o adversário fosse tão duro e, claro, sentimos dificuldades em estar no jogo. Na segunda parte a atitude do adversário foi a mesma e nós procuramos, com mais calma, disputar o jogo que não foi fácil. Campo pelado mais uma vez, e um adversário que tem alguma qualidade e nos últimos minutos ganhamos alguns espaços. Exploramos o contra-ataque e podíamos, num ou noutro lance, ter feito melhor. Faltou-nos a definição do último passe e o remate não saiu."

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

Formação em evidência

Esta semana o realce vai para os Benjamins que estrearam o novo Parque Desportivo da Arroteia e venceram o Oliveira do Douro, sagrando-se vencedores de série e assim vão disputar a série dos primeiros.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

Convívio de antigos jogadores do Infesta

Augusto Mata e Carlos do Conde promoveram o 4º convívio entre antigos jogadores do FC Infesta, com um jantar de Natal.
É sempre agradável recordar bons momentos passados ao serviço do Clube e há sempre quem se desloque de muito longe para estar presente neste convívio. Foram cerca de 50 presenças que se distribuíram por várias gerações, desde a década 50-60, destacando-se Puscas, Armando, Tala, Carlos, Nevoeiro, Barbosa, Oliveira, Louceiro, 115, e Aniceto, e de outras gerações, que também, fizeram questão de não faltar, nomeadamente Nelo, Narciso, Tavares, Alfredo, Mata, Leça, Loureiro, Farelo, Guimarães, Abelhas, prof. Santos, Costa, Nelson, Sérgio, Bruno, Reis e Camarinha.
Como sempre, houve intervenções de Oliveira, Dr. Guimarães, Carlos, Armando e do promotor Augusto Mata, que relembrou algumas centenas de jogadores que treinou ao serviço do Infesta, alguns de muita qualidade, como por exemplo, Tavares que chegou a passar pelos melhores clubes portugueses (Benfica, Porto e Boavista), inclusive pela Selecção Nacional.
Há sempre histórias para contar e os mais engraçados foram Mokita, Nevoeiro e Mata. Depois de mais este convívio todos se cumprimentaram com saudações de boas festas e com votos de para o ano se estar presente no 5º convívio.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Resumo da semana desportiva

Ambas as modalidades, "quase" 100% vitoriosas.

Os seniores do futebol não conseguiram ultrapassar a combativa equipa do Barrosas e empataram a zero. No fundo, acaba por ser um bom resultado pois o Infesta tem dificuldades em actuar em terrenos de terra batida. Mesmo assim, o Infesta mantém as distancias para os mais directos perseguidores, Pedras Rubras e Grijó, que também empataram nesta jornada, num confronto entre ambos. O Infesta recebe no domingo em Leça do Balio o Custóias, num jogo marcado para as 17h30, jogo esse que será disputado com luz artificial.
Os juniores continuam a senda dos bons resultados e na estreia do sintético da Arroteia, golearam o Aliados de Lordelo por 5-1, subindo ao 3º lugar da classificação, estando mais próximo dos primeiros lugares. O Tirsense está à distancia de 4 pontos e o Lousada a 6, embora esta equipa tenha mais um jogo disputado. No próximo sábado, o Infesta desloca-se ao ultimo classificado, S.Pedro da Cova e pode aproveitar o facto de o Lousada folgar, para reduzir a distancia para apenas 3 pontos.
Os juvenis deram um pontapé nos maus resultados e golearam o Pasteleira por 7-3, subindo ao 14º lugar. A equipa tem capacidade para inverter a sua situação na tabela e pode já começar na deslocação ao terreno do Canidelo no próximo domingo.
Os iniciados somaram 4 pontos na dupla jornada. Depois do empate a zero com o Leça no Moreira Marques no feriado de 8 de Dezembro, venceram o Inter de Milheirós por 1-3 no domingo. O Infesta está no 5º lugar a 5 pontos do líder Leça, numa serie extremamente equilibrada.
Os infantis venceram o Gondim por 0-1 e continuam na luta pelo 1º lugar da tabela que pertence ao Senhora da Hora e que dista apenas 3 pontos de diferença. No próximo sábado o Infesta recebe na Arroteia o Pedras Rubras e pode alcançar o Senhora da Hora na liderança pois a equipa senhorense, folga nesta jornada.
Por fim, o destaque vai para os benjamins que para além de terem sido oficialmente a equipa do Infesta que estreou o sintético da Arroteia, golearam o Oliveira do Douro por 4-0 e sagraram-se campeões da série 2 e vão agora disputar a fase final com os vencedores das outras series no próximo ano. Parabéns, não só aos atletas mas também a toda a equipa técnica do escalão e também aos pais que foram incansáveis no apoio em todos os jogos.

No andebol, a equipa sénior deslocou-se ao Fermentões e voltou a vencer. 31-41, foi o resultado que mantém o Infesta líder isolado da zona norte. No próximo sábado, o Infesta recebe o Madalenense.
Os juniores foram derrotados em casa pelo Marítimo por 25-33 e continuam no penúltimo lugar da 1ª Divisão Nacional. A equipa desloca-se no domingo a Guimarães para defrontar o Xico Andebol.
Os juvenis fizeram uma curta deslocação ao pavilhão da Académica de S.Mamede e venceram por 20-24 o seu encontro, alcançando a sua primeira vitoria na fase final. O Infesta está neste momento em 7º lugar, mas a apenas 4 pontos do líder Penafiel, adversário que o Infesta ira receber no sábado.
Á semelhança dos juvenis, também os iniciados defrontaram fora, a Académica de S.Mamede e também venceram o derbi por 25-36. O Infesta continua em 2º, na perseguição ao líder, AD Maria Balaio. No próximo sábado recebe o Tarouca.
Os infantis iniciaram com uma derrota a prova complementar. A derrota com o ISMAI por 20-21, atira para já com o Infesta para o 5º lugar da tabela, mas ainda faltam muitos jogos até ao fim.
Os minis continuam a senda das vitorias e venceram no domingo o Gondomar Cultural por 18-12, mantendo-se no 1º lugar, juntamente com o Académico do Porto, com quem o Infesta irá jogar no próximo domingo fora de casa.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Infesta continua sem perder e aproveita jogo da jornada

O Infesta mantém-se sem perder na Divisão de Honra da AF Porto, continuando com uma vantagem de sete pontos para o Pedras Rubras, segundo classificado. Na ronda de ontem o líder não conseguiu melhor do que um empate no terreno do Barrosas, mas beneficiou do embate mais importante da ronda, entre segundo e terceiro classificado, para manter a distância para os perseguidores.
Num jogo entre duas equipas a jogar declaradamente ao ataque, pertenceu ao Barrosas a melhor oportunidade de golo, quando, aos 86 minutos, Lopes enviou a bola à trave da baliza defendida por Miguel.

FONTE: Jornal O Jogo

domingo, 12 de dezembro de 2010

Empate a zero em Barrosas

O Infesta não conseguiu melhor que um empate a zero no terreno do Barrosas, numa jornada em que quatro dos nove encontros não terminaram empatados. Um jogo de muita luta, onde ficou evidente as dificuldades que o Infesta tem em jogar em terrenos pelados. O jogo da jornada entre Pedras Rubras e Grijó, 2º e 3º classificados, terminou empatado a uma bola no terreno da equipa maiata, mantendo assim a distancia de 7 e 10 pontos de diferença para o Infesta. Apesar do empate, pode-se considerar que foi um bom resultado pois empatar no terreno do Barrosas não é nada fácil. O Infesta recebe agora no próximo domingo ás 17h30, em Leça do Balio, o Custóias que não aceitou jogar no sábado como tinha sido previamente anunciado, no ultimo jogo do ano.

Veja aqui a ficha do jogo.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Barrosas é adversário inédito

No próximo domingo, o Infesta vai defrontar pela primeira vez o Centro de Recreio Popular da População de Barrosas em jogos oficiais. A equipa de Felgueiras, foi fundada em 1983 e nunca atingiu os campeonatos nacionais. Esteve presente pela primeira vez na divisão maior da AF Porto em 1989/90 e desceu apenas em 2002/03 à 1ª Divisão Distrital, para regressar à Divisão de Honra em 2009/10. O Barrosas, está actualmente na 10ª posição e tem surpreendido alguns dos adversários mais importantes desta divisão como foi o caso da vitoria em Pedras Rubras (0-1) na 7ª jornada e na jornada seguinte em casa com o Salgueiros 08 (3-1).
Nas suas fileiras encontram-se alguns jogadores experientes como Cláudio, Marco Aurélio e Bessa com experiência em campeonatos nacionais.
Uma das maiores armas da equipa de Felgueiras, é o seu pequeno pelado, que cria muitas dificuldades a equipas mais tecnicistas como é o caso do Infesta. Relembre-se que o Infesta este ano, já jogou num pelado, o do Ac.Felgueiras, onde vencemos por 1-2.

À semelhança do FC Porto tambem o Infesta continua invencivel

À semelhança do FC Porto, também o Infesta á passagem da 13ª jornada continua invencível e lidera a tabela classificativa.
A dupla Paulinho e Pedro Nuno estiveram mais uma vez em evidência ao contribuírem com os golos deste encontro, perante um Arcozelo que deu sempre luta, dificultando com afinco todas as investidas da equipa local.
O Infesta procurou cedo chegar ao golo com Vitinha II aos 2 minutos a calcular mal o chapéu à baliza visitante. Aos 5 minutos António bem posicionado rematou ao lado. Depois entrou-se num período mais apático, foi preciso esperar pela meia hora de jogo para dar atenção a uma boa iniciativa de Pedro Nuno que fez brilhar o guardião Rui Alves. Neste período pouco desgarrado com poucas oportunidades, devido à boa organização da equipa do Arcozelo e das intervenções do seu Guarda-redes, que apenas foi incapaz de defender um remate de Paulinho já em cima do intervalo, proveniente de um livre à entrada da área a castigar uma falta sobre Pedro Nuno.
A 2ª parte foi disputada debaixo de muita chuva e com o relvado muito encharcado, assistiu-se a muitos passes errados. Aos 56 Vitinha II no interior da área sofre um derrube de João Gomes. Grande Penalidade convertida por Pedro Nuno que elevou a contagem para 2-0. A reacção do Arcozelo fez-se sentir com alguma pressão, mas só em lances de bolas paradas a bola chegava às mãos de Miguel. O Infesta mais cauteloso procurava jogar um futebol mais apoiado nunca descortinando o contra-ataque e dos pés de Vitinha I saiu uma bomba defendida para canto por Rui Alves.
O Arcozelo responde por Soutelo que de livre (72) obrigou Miguel a defender para canto e no minuto seguinte em jogada confusa e já com a luz artificial acesa, Miguel salvou sobre a linha uma emenda de André. À passagem do minuto 81’ Vitinha II ultrapassa o ultimo defesa e é puxada sobre a linha da grande área. Na conversão da falta o mesmo Vitinha II rematou à figura. Os últimos minutos foram ainda dominados pelos mamedenses que com mais uma unidade criaram ascendente e poderiam ter aumentado a vantagem mas tanto Cláudio (83’) como Almeida (85’) não foram capazes de iludir Rui Alves.
O técnico José Manuel no final do jogo sentia-se satisfeito, sabe que ainda não ganhou nada, estar invicto à 13ª jornada é apenas um detalhe, que dá sempre para se sentir feliz.
“Um dos nossos objectivos para hoje, era não sofrer golos, pois vinha-mos de 4 jogos consecutivos sempre a sofrer. O Arcozelo era um dos últimos e tinha prevenido os meus jogadores que contra o Infesta os adversários acabam por estar um pouco mais organizados e dão um pouco mais… mas sabia-mos que colocando muitas vezes a bola lá frente, mais tarde ou mais cedo o golo ia aparecer ate porque os nossos avançados estão a trabalhar bem. Realmente calhou tudo como estava previsto, não sofrer era o objectivo”

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Jogos arrancam este fim-de-semana na Arroteia

À cerca de um mês, o Presidente da Câmara de Matosinhos, Dr.Guilherme Pinto, juntamente com o vereador do Desporto, Dr.Guilherme Aguiar, visitou o Campo da Arroteia e constatou dos avanços que a obra teve desde Julho, altura em que se iniciaram as obras.
Quatro meses depois, o Campo da Arroteia, está pronto para receber jogos oficiais mas ainda não está concluído. Depois de instalados o tapete primário, relvado sintético com certificação FIFA 2 estrelas e o sistema de rega automática, faltam concluir os balneários e a bancada com cobertura para cerca de 500 pessoas. Todos os escalões, partilham os seus treinos entre o relvado do Moreira Marques e o sintético da Arroteia à já algumas semanas e é já este sábado que a Arroteia recebe os seus primeiros jogos oficiais com os benjamins a defrontarem no sábado o Oliveira do Douro às 9h30. À tarde, pelas 15h00, será a vez dos juniores, recebendo o Aliados de Lordelo. No domingo às 10h00, os juvenis recebem o Pasteleira.
Os seniores só jogarão na Arroteia no próximo ano. O próximo jogo caseiro, com o Custóias, foi marcado para dia 18, às 17h30 no Complexo Desportivo de Leça do Balio.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Resumo da semana desportiva

Equipas de futebol e andebol com resultados equilibrados e dois jogos adiados.

No futebol, os seniores do Infesta continuam o seu passeio na Divisão de Honra da AF Porto. No passado domingo, os golos de Paulinho e de Pedro Nuno, bastaram para vencer o Arcozelo por 2-0, mais uma vez em casa emprestada (Leça do Balio) e mantém os 7 pontos de avanço para o 2º classificado, Pedras Rubras. No próximo domingo, o Infesta joga no pelado de Barrosas.
Os juniores efectuaram no sábado, um dos melhores jogos de futebol dos últimos tempos. A vitorias em Penafiel por 3-4, resulta de uma grande união e garra, que os jogadores demonstraram, principalmente na 2ª parte. Alex Madureira, Fábio Magalhães e Lúcio Fernandes, este por duas vezes, marcaram os golos da equipa infestista que fez com que a equipa alcança-se o 4º lugar da classificação a 6 pontos do 2º, Lousada e a 7 do líder Tirsense. No próximo sábado, o Infesta estreia o novo Complexo da Arroteia na recepção ao Aliados de Lordelo.
Após 5 derrotas consecutivas, os juvenis conseguiram alcançar um precioso ponto, empatando a zero, na deslocação ao Vilanovense. A equipa mantém-se no 15º lugar e no próximo domingo, recebem na Arroteia, o ultimo classificado, Pasteleira.
Os iniciados foram derrotados pelo Castelo da Maia por 3-1 e caíram para o 5º lugar da tabela tendo sido ultrapassados pelo próprio Castelo da Maia e pelo Nogueirense. Apesar da derrota, o Infesta continua com muitas hipóteses de alcançar os primeiros lugares e pode já amanhã, encurtar distancias para o líder Leça, quando os receber no Moreira Marques para mais um derbi de Matosinhos. No domingo desloca-se ao Inter de Milheirós.
Os infantis venceram em casa o Castelo da Maia e continuam na perseguição ao líder Senhora da Hora que está a apenas 6 pontos de diferença. Amanhã, recebem no Moreira Marques o Lavrense para mais um derbi matosinhense. No próximo domingo deslocam-se ao terreno do Gondim da Maia.
Os benjamins folgaram e mesmo assim, beneficiaram do deslize do mais directo perseguidor, Varzim que empatou em casa com o Candal a zero, mantendo assim a primeira posição no campeonato. No próximo sábado, serão os benjamins a estrear o Complexo da Arroteia em jogos oficiais, quando receberem o Oliveira do Douro e podem garantir em caso de vitoria, o primeiro lugar da série.

No andebol, os seniores isolaram-se no comando da Zona Norte da 3ª Divisão, ao vencer fora o 2º classificado, Ílhavo por 32-33. Apesar de haver grandes dificuldades na secção de Andebol, que não têm Pavilhão para jogar, os seniores estão de parabéns pela fantástica época que têm feito. No próximo sábado, deslocam-se ao Fermentões.
Os juniores criaram grandes dificuldades ao São Bernardo, mas perderam por 29-25, na deslocação a Aveiro. A equipa mantém-se no 11º lugar da tabela e no próximo domingo, recebem o Marítimo.
Os juvenis não jogaram no domingo e adiaram para o dia 16 o jogo com o Salgueiros 08. Agora defrontam o Gaia amanhã, no Pavilhão da Escola Abel Salazar.
Os iniciados também adiaram o seu jogo com o Maria Balaio para 9 de Janeiro e no sábado, deslocam-se ao Pavilhão da Ac.S.Mamede para defrontar a rival Académica.
Os infantis, não jogam desde 14 de Novembro e foram sorteados na série A da prova complementar de infantis, juntamente com o Boavista, ISMAI, Santana, Estrela e Vigorosa e Ginásio de S.Tirso. O primeiro jogo será já no próximo domingo com o ISMAI no Pavilhão da Escola Abel Salazar.
Os Minis continuam a vencer os seus encontros. Desta feita na deslocação ao CALE, venceram por 10-16 e mantêm-se na liderança do campeonato. No domingo, recebem o Gondomar Cultural.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Paulinho e Pedro Nuno na lista dos 20 melhores de Matosinhos

O Blogue "MitchFoot Futebol de Matosinhos" , tem em marcha uma votação para definir o melhor jogador de Matosinhos no ano que está a terminar. Paulinho e Pedro Nuno, são os escolhidos pela equipa do Infesta, no meio de outras estrelas matosinhenses como Artur Alexandre e Nuno Ribeiro do Lavrense, Silva e Vila (ambos ex-Infesta) do Padroense, Ramalho e Bruno Cruz do Custóias, Dinis e Virgilio do Leça do Balio, Ricardo Teixeira e Madalena do Leça, Ricardo Lopes e Guerra do Lusitanos, Nandinho e Paulinho do Perafita, Paulão e Pereira do Senhora da Hora e Tiago Cintra e Jean Sony do Leixões.
Ajudem os jogadores do Infesta a vencer este prémio simbólico.
Para um acesso mais rápido, podem clicar aqui.

Infesta imparável na divisão de Honra

Distrital do Porto: Vitória caseira mantém invencibilidade na temporada

O Infesta somou ontem a 12ª vitória da época, ao derrotar o Arcozelo em casa (2-0), num jogo a contar para a 13ª jornada da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto.

Ninguém pára o Infesta, que à semelhança do FC Porto ainda não conheceu o sabor amargo da derrota esta temporada. O ‘sacrificado’ de ontem foi o Arcozelo, que conseguiu segurar a formação de Matosinhos durante 44 minutos. Contudo, como vem acontecendo em outras partidas, o Infesta voltou a marcar perto do intervalo. Pedro Nuno sofre falta às portas da área e, na marcação de um livre directo, Paulinho inaugura o marcador com um remate em arco.

Estava assim quebrado o muro dos gaienses. Até aqui, poucas foram as oportunidades dos anfitriões, que só em remates de longe criavam algum perigo junto da baliza de Rui Alves. Os visitantes, assentes num bloco compacto, saindo sempre em ataque organizado, poucos espaços deram à dupla Paulinho/Pedro Nuno.

Na segunda metade, o Infesta marcou no primeiro quarto de hora pelo ‘temível’ Pedro Nuno: João Gomes derrubou Vitinha II dentro da área e o avançado matosinhense, ‘sem medo’, ampliou a vantagem no marcador. A perder, o Arcozelo reagiu, subiu as suas linhas e mostrou grande atitude. Já com a luz artificial acesa, o Infesta poderia ter marcado novamente, mas Litos, em desespero, cometeu falta sobre Vitinha II, perdendo-se um perigoso ataque. Em suma, vitória justa do Infesta, jogando ‘q. b.’, perante um Arcozelo a deixar boa imagem.

Arbitragem positiva.

João Baptista Seixas

FONTE: Correio da Manhã

Incontestado líder Infesta

Quem irá parar este Infesta? Os mamedenses voltaram a dar mais um passo firme rumo à subida, num encontro em que os goleadores Paulinho e Pedro Nuno voltaram a ser decisivos.

FONTE: Jornal O Jogo

domingo, 5 de dezembro de 2010

Infesta vence "batalha" com Arcozelo

Livre de Paulinho que originou o 1-0
Continua imparável o Infesta 2010/2011 nesta passagem pela Divisão de Honra da AF Porto. Esta tarde, em dia de diluvio e num relvado completamente encharcado, os golos de Paulinho e Pedro Nuno, foram suficientes para carimbar mais três pontos na caminhada rumo à IIIª Divisão Nacional, num jogo muito físico onde o futebol não foi muito bonito devido ao relvado prender demasiado a bola.
Na estreia absoluta a titular de Tiago Dias, ex-Arcozelo no eixo da defesa a fazer par com Rui Jorge, foi a equipa forasteira que criou o primeiro lance de perigo logo aos 2 minutos quando num cruzamento da direita, a saída em falso de Miguel Matos, quase dava de bandeja o golo ao jogador do Arcozelo que não acreditou e falhou o remate. A partir daí, só deu Infesta. Aos 5 minutos, num passe atrasado de Vitinha II, António chutou por cima da baliza de Rui Alves. O Infesta era senhor do jogo e o Arcozelo, tentava em jogadas de contra-ataque chegar á baliza de Miguel Matos. Aos 18 minutos, livre batido por Cláudio para a esquerda, onde aparece Pedro Nuno que se consegue isolar, mas a bola prende no relvado e o defensor do Arcozelo recupera e corta o lance. Aos 26 minutos, cruzamento de António, a bola chega a Pedro Nuno que domina a bola com o peito e de pé direito, remata para uma grande defesa de Rui Alves. Só dava Infesta e aos 39 minutos, passe de Coutinho para Paulinho que surge pela esquerda e ganha o lance após corte falhado do defensor do Arcozelo, fintou dois jogadores forasteiros e atirou para mais uma boa intervenção de Rui Alves. Boa exibição do guardião do Arcozelo que nada pôde fazer aos 44 minutos, quando Paulinho num livre frontal à baliza a castigar falta sobre Serge, atirou em jeito para o fundo da baliza. Estava inaugurado o marcador. O Infesta ia para o intervalo a vencer e só pecava por escassa a diferença de golos.
Na segunda parte o Infesta continuou a controlar o encontro e aos 53 minutos, chegou ao 2-0, numa grande penalidade a castigar falta do defensor do Arcozelo sobre Vitinha II. Pedro Nuno atirou e marcou o seu 10º golo no campeonato. O Infesta controlava e o Arcozelo tentava chegar perto da baliza de Miguel Matos. Aos 68 minutos, numa jogada de Cláudio que fez o passe para Vitinha rematar para mais uma grande intervenção do guardião do Arcozelo. Dois minutos depois, Soutelo, de livre, obriga Miguel a boa defesa para canto. O Arcozelo começou a aproximar-se com mais frequência da área do Infesta e aos 80', livre rasteiro da direita, grande confusão na pequena área, onde Miguel Matos, consegue tirar a bola em cima da linha de golo, de nada valendo os protestos dos jogadores da equipa forasteira que reclamavam que a bola tinha entrado, no contra-ataque, Vitinha II seguia isolado para a baliza mas Litos derrubou-o e foi expulso. No livre, Vitinha II remata puxado ao poste esquerdo, mas mais uma vez, Rui Alves aplica uma excelente intervenção. Aos 85 minutos, Cláudio em jogada individual faz um excelente remate para mais uma grande parada de Rui Alves. Até ao final do encontro, o Arcozelo tentou por varias vezes chegar ao golo mas a defesa do Infesta esteve hoje irrepreensivel. Boa arbitragem.

Veja aqui a ficha de jogo.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Infesta recebe Arcozelo em Leça do Balio

O Infesta vai receber o Sporting Clube de Arcozelo em Leça do Balio no próximo domingo, adversário que não tem grandes tradições em confrontos com o Infesta. O Arcozelo que nunca saiu das divisões distritais, jogou pela ultima vez com o Infesta em 1983/84, ano em que o Infesta teve uma breve passagem pela Divisão Distrital e que regressou logo à III Divisão Nacional. A equipa do Arcozelo é jovem, com a maior parte dos jogadores a rondar entre os 19 e os 22 anos de idade, e alguns mais velhos que já têm alguma experiência. Nestes últimos se enquadra o melhor marcador da equipa, o defesa Litos, que marcou 4 dos 11 golos que a equipa de V.N. de Gaia marcou no campeonato até agora. O Arcozelo encontra-se em lugar de descida (16º) e tem vindo a subir de produção nas ultimas jornadas. O Infesta prepara-se para efectuar um dos últimos jogos no Complexo Desportivo de Leça do Balio, não se sabendo ainda se o jogo com o Custóias a contar para a 15ª jornada, será já na Arroteia, pois os escalões inferiores do Infesta irão já estrear o sintéctico da Arroteia no próximo fim de semana.
O arbitro nomeado para o encontro será o senhor João Matos.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Triunfo suado

Infesta continua invencível à 12ª jornada

O Infesta cumpriu a missão de vencer o ultima classificado, mas não se livrou de um tremendo susto. Depois de consentir um golo no inicio da partida teve o jogo sempre controlado, desperdiçou inúmeras oportunidades criadas, mas foi preciso esperar pelo declinar da partida para dar a volta ao resultado, com Paulinho e Pedro Nuno a serem os salvadores que evitaram aquilo que podia ser um escândalo.
Por sinal até foi a equipa da casa a primeira a tentar o golo logo aos 4’, com Miguel a sacudir com os punhos um remate de Mário. Paulinho respondeu com um remate junto ao poste, o inicio do jogo parecia prometedor, com a bola a andar cá e lá. O mesmo Mário, de luvas pretas, deu vantagem à sua equipa ao aproveitar um mau alívio e abriu a contagem, decorria o minuto 7.
O jogo a partir dai só deu Infesta, que em desvantagem foi uma equipa avassaladora, tomou conta das rédeas do jogo com boa circulação de bola e, no primeiro período, teve oito situações que poderia ter dado a volta à situação. Desperdiçou umas atrás das outras, com saliência para o remate à barra de Vitinha, aos 10 minutos. O mesmo Vitinha aos 17 e 25 minutos surgiu isolado e os remates saíram sem direcção, situações repetidas por Almeida aos 18’, e Rui Jorge aos 29’. Enquanto o Valonguense apenas mais uma vez desceu à área do Infesta para Gil rematar ao lado.
Os mamedenses mostraram inconformismo entraram a todo o gás na 2ª parte e aos 51’ Paulinho rematou à figura, pouco depois Vilas Boas tem um deslize, criando-se confusão na área do Infesta, e o 2º golo da casa esteve à vista. Na resposta, o mesmo Vilas Boas, em jogada colectiva, esteve perto de empatar.
Aos 64’, Vitinha, em dia de azar, de livre, leva a bola a bater no poste novamente.
A equipa da casa no decorrer do tempo usava e abusava de algumas artimanhas para fazer anti-jogo e alguma dureza, o que levou à expulsão de Bruno. O Infesta com mais uma unidade criou mais pressão na frente até que Pedro Nuno roubou a bola a um adversário, entrou na área, assiste Paulinho que, bem posicionado, fez finalmente o empate.
O golo da vitória mamedense apareceu pouco depois com Vitinha II a cruzar para Pedro Nuno, que não desperdiçou dando a volta assim ao resultado.
Numa partida que o Infesta nunca se desorientou, o triunfo foi justo e a arbitragem positiva.

O Treinador José Manuel:
"Era impossível jogar futebol, o terreno está em péssimas condições, não dava para dar 2-3 toques seguidos e obviamente uma equipa que jogue com mais técnica, como nos, acaba por sentir mais dificuldades do que o Valonguense. Lutamos muito, porque saímos para o intevalo a perder 1-0. Os meus jogadores na 2ª parte fizeram uma exibição fantástica, jogaram com muito querer, com muita vontade, falharam muitas oportunidades e ficaram a dever 4 ou 5 golos que deveria ser o resultado mais justo. Criamos um caudal ofensivo muito grande, num campo difícil e com uma equipa em situação complicada.
Neste momento somos um alvo a abater, ainda não perdemos e todas as equipas dão o máximo e tornam-se transcendentes contra o Infesta."

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Resumo da semana desportiva

No futebol, apenas os juvenis e os benjamins não ganharam. No andebol, só os juvenis perderam.

O destaque no futebol, vai para os seniores do Infesta que regressaram às vitorias na deslocação ao reduto do Valonguense, num triunfo muito difícil por 1-2, e aproveitaram o deslize do Pedras Rubras que não conseguiu vencer o Nun'Alvares, passando a diferença pontual de 5 para 7 pontos. O Infesta defronta domingo em Leça do Balio, o Arcozelo.
Os juniores parece que conseguiram estabilizar um pouco, pois já não perdem à 7 jogos e este sábado, venceram o Alfenense por 3-1, continuando na luta pelos lugares de promoção. Este sábado, o Infesta desloca-se a Penafiel.
Os juvenis sofreram a 5ª derrota consecutiva, desta feita em casa com o Senhora da Hora por 1-4 e mantêm-se no 15º lugar. No próximo domingo desloca-se ao reduto do Vilanovense.
Os iniciados conseguiram ultrapassar o Nogueirense na classificação, depois de os ter vencido por 1-0, subindo agora ao 4º lugar da tabela. O Infesta joga já amanha com o Leça do Balio, fora de casa para a 13ª jornada, deslocando-se no domingo ao Castelo da Maia.
Os infantis também venceram o Nogueirense por 0-2, subiram ao 2º lugar e continuam na perseguição ao líder Senhora da Hora. No sábado jogam em casa com o Castelo da Maia.
Os benjamins empataram em casa, também com o Nogueirense a dois golos e mantêm-se na liderança da tabela. Este fim de semana estão de folga, jogando apenas a 11 de Dezembro em casa com o Oliveira do Douro.

No andebol, os seniores, juniores e infantis estiveram de folga.
A estreia dos juvenis na fase final, não correu bem, pois perderam com o Ginásio de Santo Tirso por 37-30. No próximo domingo defrontam fora o Salgueiros 08.
Os iniciados venceram o S.Paio de Oleiros por 45-28 e mantêm-se na perseguição ao AD Maria Balaio. Amanhã, deslocam-se ao pavilhão do Fermentões, antes de receberem no sábado os lideres da tabela.
Os minis continuam na senda das vitorias e venceram o Colégio dos Carvalhos por 16-22 e continuam na 1ª posição juntamente com o Académico do Porto. No próximo domingo deslocam-se a Leça da Palmeira para defrontar o CALE.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Infesta diabólico

O Infesta continua a sua cavalgada triunfante (conta apenas com um empate e não conhece o sabor da derrota) e na deslocação ao reduto do lanterna vermelha, Valonguense, mesmo depois de ter estado a perder, não permitiu surpresas. Aliás foi o único conjunto nesta jornada a ganhar ontem no terreno do seu adversário. A equipa comandada por José Manuel Ribeiro ainda tirou partido do empate do Pedras Rubras no seu próprio estádio diante do Nun’Alvares.

O Infesta voltou às vitórias e afundou, ainda mais, o Valonguense no último lugar da tabela classificativa. Em vantagem no marcador, fruto de um golo apontado por Mário, e com o jogo controlado, os locais acabariam por sucumbir ao poderio do líder nos últimos minutos do encontro, quando actuavam com menos uma unidade, devido à expulsão de Bruno. Aí, Paulinho deu o mote para o goleador Pedro Nuno consumar a reviravolta no marcador.

FONTE: Jornal O Jogo

domingo, 28 de novembro de 2010

Infesta quebrou tradição

O Infesta "matou o borrego" com mais de 30 anos. Desde a época 78/79, que o Infesta não vencia oficialmente em Valongo e esta tarde, a turma orientada por José Manuel Ribeiro, venceu o Valonguense por 1-2, depois de estar a perder por 1-0. Nos últimos 20 minutos do encontro, Paulinho e Pedro Nuno, os goleadores da equipa, marcaram os golos que colocam o Infesta cada vez mais isolado na liderança, aumentando para 7 pontos a vantagem para o Pedras Rubras que hoje, empatou em casa a zero com o Nun'Álvares. Grijó, Nogueirense e Lixa, 3º, 4ºs classificados, estão a 9, e 14 pontos de diferença respectivamente.

Veja aqui a ficha do jogo.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Infesta reencontra Valonguense

O Valonguense, actualmente 18º classificado da competição, tem sido presença habitual na III Divisão Nacional, competição onde participou pela ultima vez em 2005/06. A equipa de Valongo, chegou primeiro à II Divisão B que o Infesta. Em 1978/79, a equipa participou pela primeira vez, na III Divisão e precisou apenas de 4 temporadas para conseguir subir ao 3º escalão do futebol nacional. Durou três épocas a aventura na II Divisão B e nunca mais conseguiu subir àquele escalão. Daí para cá, tem alternado as participações entre a III Divisão e a Divisão de Honra.
A ultima vez que as equipas se defrontaram, foi em 1988/89, ano em que o Infesta conseguiu a promoção à II B e o Valonguense, foi a única equipa que venceu o Infesta no Moreira Marques ao infligir a derrota por 1-2 à 9ª jornada. Na 2ª volta, o Valonguense venceu novamente por 3-1. Aliás, é preciso recuar até à temporada 79/80, para verificar uma vitória do Infesta sobre esta equipa quando a equipa mamedense venceu por 0-3, no terreno do Valonguense.
A equipa orientada por João Almeida, tem vários jogadores experientes em divisões nacionais, juntamente com muita juventude.
O jogo será disputado no Estádio do Calvário em Valongo, a partir das 15h00.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Arroteia já funciona

O relvado do Moreira Marques está cansado e finalmente vai entrar de férias.
Já todos os escalões do Infesta treinam no Parque Desportivo da Arroteia. É uma alegria ver a miudagem e também os mais adultos a praticar futebol no novo relvado sintectico.
Agora já só faltam os balneários, as bancadas e os respectivas vistorias para se poder fazer os jogos oficiais. O Presidente da Câmara, Dr.Guilherme Pinto e Guilherme Aguiar recentemente foram ver o andamento das obras e prometeram acelerar todo o processo em causa. O Infesta anseia tornar a Arroteia como casa própria, enquanto se aguarda pela conclusão do Complexo Desportivo, a construir junto à casa Abel Salazar.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

Golo fortuito travou o Infesta

Depois de 10 vitorias consecutivas após o arranque da Divisão de Honra da AF Porto o Infesta perdeu inesperadamente os primeiros pontos, ao ceder um empate frente ao Nogueirense. No entanto mantém-se na liderança com 5 pontos de vantagem sobre o Pedras Rubras que também não conseguiu mais que um empate no terreno do Rio Tinto.
O palco do jogo foi o bonito estádio do Padroense cedido com toda a gentileza ao Infesta pela Direcção do clube que se fez representar no jogo pelos seus responsáveis.
O jogo em si explodiu á passagem do 28º minuto, quando Vitinha dá vantagem ao Infesta através de um chapelão a Isac.
O Nogueirense que veio para este jogo com a lição bem estudada, justificou o empate com um golo aos 60' no mínimo esquisito quando Vilas Boas tenta cortar um lance, a bola caprichosamente ganhou altura e em rosca ia entrar na baliza de Miguel, entretanto em cima da linha Nuno Loureiro confirmou o golo.
Debaixo de fortes chuveiros, as equipas proporcionaram um jogo muito disputado. O Infesta teve o seu melhor período na 1ª parte sendo Paulinho o primeiro a rematar à figura, pouco depois Vitinha II tem um bom arranque, isolou-se, poderia ter rematado, mas preferiu cruzar e perdeu-se uma boa oportunidade para concretizar. O golo do Infesta começa com uma reposição do Guarda-Redes Miguel que coloca a bola em António, este que adianta para o Vitinha II que vê o Isac adiantado e do meio da rua faz um golão.
O Nogueirense que vinha a jogar mais defensivamente criou algum pressing regateando sempre a desvantagem e em 2 cantos esteve perto de marcar, valeu António tirar em cima da linha. Após o recomeço Vitinha I rematou sobre a barra após uma jogada bem delineada. Na resposta surge o golo citado do Nogueirense ne sequência de um lance infeliz de um defensor do Infesta.
Zé Manel reforça a zona ofensiva com Armando e Almeida e por 2 vezes Pedro Nuno falhou a emenda (77' e 85'). A equipa visitante no minutos finais com algum anti-jogo tentava quebrar as jogadas ofensivas dos mamedenses que bem tentaram a 11ª vitoria. Em período de descontos Cláudio de cabeça desperdiçou por cima a ultima oportunidade.
O empate acaba por ser aceitável premiando assim o Nogueirense que foi sempre uma equipa muito coesa e muito esclarecida, perante um Infesta que teve um dia menos bom. Arbitragem modesta.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Resumo da semana desportiva

Infantis do futebol, foram os únicos a vencer. No andebol, só os juniores não venceram.

No futebol, os seniores perderam os primeiros pontos ao empatar no Estádio do Padroense a um golo contra o Nogueirense. Mesmo com este pequeno deslize, o Infesta mantém os 5 pontos de avanço para o Pedras Rubras que é o 2º classificado. No próximo domingo, o Infesta desloca-se ao terreno do ultimo classificado, o Valonguense.
Os juniores conseguiram arrancar um empate no difícil terreno do Amarante, numa segunda parte fantástica onde os comandados de José Catalão, conseguiram recuperar da desvantagem que levavam para o intervalo de 2-0. Apesar do empate suado, o Infesta caiu para o 6º lugar da classificação, mas ainda com muitas possibilidades de lutar pelo o objectivo de subir de divisão. No sábado, recebem no Moreira Marques o Alfenense.
Os juvenis, continuam sem vencer. Na deslocação ao terreno do Pedras Rubras, a derrota por 2-1 atirou o Infesta para o 15º lugar da classificação e viu o seu adversário aumentar a vantagem de 3 para 6 pontos. No domingo, recebem no Moreira Marques, o Senhora da Hora.
Surpreendentemente, a equipa de iniciados foi goleada em Lavra por 5-0. Um resultado enganador, que não traduz o valor de ambas as equipas, pois o Infesta não é em nada inferior ao Lavrense. No domingo, a equipa recebe o Nogueirense no Moreira Marques.
Já os infantis, venceram o Leça do Balio por 3-1 e continuam na perseguição ao Varzim e Senhora da Hora. No sábado, a equipa desloca-se ao terreno do Nogueirense.
Os benjamins, continuam no primeiro lugar do campeonato, apesar de terem perdido os primeiros pontos na deslocação ao Senhora da Hora ao terem empatado a uma bola. No sábado, a equipa recebe o Nogueirense.

No andebol, os seniores continuam na liderança do campeonato depois de terem batido o Feirense no Pavilhão da Escola Sec.Abel Salazar por 32-22. Agora, o Infesta joga apenas a 4 de Dezembro e tem a difícil deslocação ao terreno do Ilhavo, 2º classificado.
Os juniores perderam na recepção ao Sporting CP por 27-34 e mantêm-se no 11º lugar da tabela. A equipa joga agora apenas a 4 de Dezembro, quando se deslocar ao terreno do S.Bernardo.
Os iniciados voltaram a vencer, desta feita o ISMAI, foi o adversário que saiu do Pav.Esc.Abel Salazar com uma derrota por 32-23. O Infesta continua na perseguição ao AD Maria Balaio e no próximo sábado, recebe a equipa do S.Paio de Oleiros.
Por fim, os minis golearam o Salgueiros 08 por 26-5 e mantêm-se no primeiro lugar do campeonato a par de Académico, Águas Santas e CALE Leça. No próximo domingo, a equipa desloca-se ao pavilhão do Colégio dos Carvalhos.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Ciclo vitorioso durou dez jogos

O Infesta deixou de ser cem por cento vitorioso, tendo consentido um empate em casa frente ao Nogueirense. A diferença para o Pedras Rubras mantém-se, contudo, de cinco pontos. O calendário próximo também sugere boas possibilidades da equipa mamedense se reencontrar rapidamente com a rota dos triunfos, defrontando fora o Valonguense e, logo de seguida, sendo anfitrião do Arcozelo, respectivamente último e penúltimo da Divisão de Honra da AF Porto. O embate com a formação gaiense é que deve acontecer em casa emprestada, a exemplo de todos os que já foram realizados na corrente temporada. A mudança para o campo da Arroteia por agora só serve para treinos, visto faltar a colocação da bancada amovível com capacidade para 500 espectadores. Braga, Galego e Antero continuam, por motivos físicos, fora das contas do treinador José Manuel.

FONTE: Jornal A Bola

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Errata: Estádio F.C.Infesta vai ser estreado a 27 de Novembro

Ao contrario daquilo que já tinha noticiado, o Infesta não vai estrear ainda o novo campo da Arroteia no próximo fim de semana. O facto foi que confundi no ficheiro da AF Porto, o estádio FC Infesta, pensando que poderia ser o sintectico, e não o relvado, uma vez que noutras situações, os mesmos ficheiros da AF Porto, referem-se ao Campo Moreira Marques como Estádio FC Infesta - relvado, dai a minha confusão pela qual apresento desde já as minhas mais sinceras desculpas. Assim sendo, o Campo da Arroteia está disponível para já, só para os treinos de todos os escalões da equipa de futebol, não estando ainda prevista uma data exacta para se iniciarem os jogos oficiais.

Infesta travado pelo Nogueirense

O Nogueirense cometeu a proeza de roubar os primeiros no campeonato ao Infesta. Após dez triunfos consecutivos, os mamedenses não foram além de um empate, a uma bola, num encontro em que dispuseram de várias oportunidades para chegar ao intervalo a vencer por números mais confortáveis. Não o conseguiram e acabaram por sucumbir à pressão imposta pelos visitantes, que, por intermédio de Nuno, igualaram o marcador. Por aquilo que as equipas produziram, o empate acaba por se ajustar.

FONTE: Jornal de Noticias

Nogueirense rouba pontos em Infesta

AF Porto: Empate interrompe série vitoriosa dos matosinhenses

Está quebrada a série vitoriosa do Infesta, depois do empate de ontem (1-1), frente ao Nogueirense, em jogo a contar para a 11ª jornada da divisão de honra da Associação Futebol do Porto.
Os matosinhenses, inspirados pelas vitórias, entraram galvanizados, procurando na rapidez surpreender o último reduto dos maiatos. Contudo, o onze orientado por Fernando Gomes, com a lição bem estudada, mostrava coesão e sentido de unidade na leitura do jogo do Infesta. Numa partida de parada e resposta, os lances com perigo sucediam-se, mas o grande destaque foi o golo de Vitinha I à passagem da meia hora. Miguel colocou no seu capitão, e este, ao ver o guarda-redes Isaac adiantado, arrancou um remate em balão, inaugurando o marcador.
O Nogueirense não acusou o golo, reagiu e partiu à procura do empate, no entanto, o guarda-redes Miguel segurou com talento remates de Nuno e João Pedro.
Na segunda metade, assistiu-se à derrocada do Infesta, com muitas perdas de bola e falhas nas transições frente a um Nogueirense mais interligado, sabendo roubar os espaços ao adversário e muito forte nas bola paradas. O empate chegou aos 60’ por Nuno. Num ataque do visitante, Coutinho, ao tentar cortar, fez uma ‘rosca’, a bola sobra para a linha do golo e o avançado do Nogueirense confirmou o golo. Até ao final Pedro Nuno e Paulinho ainda procuraram marcar o golo da vitória, mas foram ineficazes.
No final, o empate foi justo para o Nogueirense, o Infesta fica a dever a si melhor resultado. Arbitragem positiva.

João Baptista Seixas

FONTE: Correio da Manhã

domingo, 21 de novembro de 2010

Infesta perdeu os primeiros pontos

Vitinha II, no momento do golo
Esta tarde, o Infesta perdeu os primeiros pontos no campeonato, ao empatar em "casa" com o Nogueirense a uma bola. O jogo foi equilibrado nos primeiros minutos do encontro, com ambas as equipas a criarem poucas oportunidades de golo, no entanto, foi o Infesta que criou mais oportunidades e que esteve sempre, mais perto do golo. Golo esse que chegou aos 29 minutos por Vitinha II, num "chapéu" perfeito ao guardião Isac a passe de António.
O Nogueirense apostou tudo na segunda parte e conseguiu empatar aos 59 minutos por Loureiro. Até ao final do encontro, o treinador José Manuel Ribeiro, apostou tudo no ataque, mas o anti-jogo da equipa de Nogueira da Maia, que perdia muito tempo em reposições de bola, simulações de falta, etc... não deu para o Infesta voltar a marcar e assim continuar a sua senda de vitórias, ficando o recorde de vitórias consecutivas da Divisão de Honra da AF Porto na posse do Infesta com 10 triunfos consecutivos.
A destacar neste jogo, a falta de personalidade de alguns jogadores do Nogueirense, que após o final do encontro, provocaram os jogadores do Infesta com bocas desagradáveis por terem conseguido alcançar, aquilo que ninguém ainda tinha conseguido até hoje. Provocações essas que se seguiram para os adeptos da equipa forasteira que insultavam os nossos jogadores à entrada para o balneário.
Pela negativa a equipa de arbitragem que foi condescendente em alguns lances de nítido anti-jogo dos atletas do Nogueirense e onde existiu uma grande penalidade não assinalada por falta sobre Rui Jorge que foi empurrado pelo defensor do Nogueirense, pouco antes do golo do Infesta.
Na restante jornada, há a destacar o empate a um golo do 2º classificado, Pedras Rubras, na deslocação ao terreno do Rio Tinto e a vitória do 3º classificado, Grijó, em casa por 4-1 no derbi com o Arcozelo.

Veja aqui a ficha do jogo.

O Mourinho dos distritais

José Manuel Ribeiro
Treinador do Infesta está a ter um inicio de carreira de sonho: dez jogos, dez vitorias.

Chama-se José, é treinador de futebol e só sabe vencer. Esta poderia muito bem ser a história de José Mourinho, o "Special One" que não pára de somar vitórias por onde passa. Mas não, não é. É, sim, o retrato do início de carreira de José Manuel Ribeiro, treinador, de 36 anos de idade, que se encontra a cumprir a época de estreia como técnico principal à frente do comando do Infesta.

Recusa ser equiparado ao melhor treinador do Mundo - "Mourinho é único" -, mas é impossível dissociar algumas semelhanças. Desde logo, porque é um treinador vencedor, como provam os dez triunfos em igual número de jogos disputados na Divisão de Honra da A. F. Porto, que fazem do Infesta o líder do campeonato. Um percurso que transformou José Manuel Ribeiro no treinador da moda dos distritais portuenses.

Será este mais um caso de sucesso, como José Mourinho ou André Villas-Boas, por exemplo? Só o tempo o dirá, mas que o caminho já começa a ser traçado no sentido certo, o das vitórias, não há dúvida. No entanto, José Manuel Ribeiro não embandeira em arco, mostrando-se sempre cauteloso em relação ao futuro.

"Tenho o sonho de ser treinador profissional e estou confiante que o poderei concretizar. No entanto, isso não depende apenas de mim. É preciso que surja uma oportunidade, como aconteceu no Infesta", faz notar, apontando "a capacidade de liderança" como um dos seus pontos fortes.

Enquanto a oportunidade para novos voos não surge, José Manuel Ribeiro mostra-se "determinado" em continuar a somar triunfos. E a próxima pode acontecer já hoje, frente ao Nogueirense. Será o 11.º triunfo consecutivo? "Não nos preocupamos em bater recordes, embora estes sejam os melhores desafios que existem", sublinha o técnico, que cumpre a 25.ª época ao serviço de um clube em que já foi atleta e treinador-adjunto.

Enquanto o profissionalismo não bate à porta, acumula o cargo com o de professor de Educação Física, numa escola em São João da Madeira. E tem sido a grande figura entre a comunidade escolar. "À segunda-feira, os alunos têm-me felicitado pelas vitórias", diz, com um brilho nos olhos. E como será amanhã, no regresso às aulas? Só mais logo se saberá. Mas os dados estão (bem) lançados...

Norberto Sousa

FONTE: Jornal de Noticias

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Nogueirense é adversário de respeito

O Infesta defrontou oficialmente o Nogueirense pela ultima vez na temporada 1974/75, quando disputavam a II Divisão da AF Porto. Daí para cá, só em jogos amigáveis sendo que o ultimo encontro foi na pré-época da temporada passada quando o Infesta se deslocou a Nogueira da Maia a 5 de Agosto de 2009 e perdeu por 2-0.
A equipa do Nogueirense atingiu o seu ponto mais alto na sua historia quando em 2001 conseguiu a promoção à III Divisão Nacional, tendo descido na época seguinte novamente à Divisão de Honra. Por apenas mais duas vezes conseguiu chegar à III Divisão (2003/04 e 2007/08), sendo novamente despromovido em ambas as ocasiões.
Será um jogo especial para alguns jogadores do Infesta não só para Nuno Almeida, que representava a equipa maiata desde 1996/97, com passagem pelo Pedrouços em 2004/05 e que se transferiu para o nosso Clube no passado verão mas também para Duarte Miranda que esteve na equipa da Maia o ano passado e regressou ao Infesta para assumir a função de técnico de guarda-redes. Na equipa de Nogueira da Maia, há a destacar o guardião Isac, que já jogou no Infesta, Carminé, um dos jogadores de maior destaque nas duas subidas de divisão do Salgueiros 08 ou Igor, também um ex-Infesta.
O jogo será no Estádio do Padroense no Padrão da Légua, no próximo domingo às 15h00.

Andebol - Êxito atrás de êxito!

Os responsáveis da secção de andebol do FC Infesta sentem-se satisfeitos pelos vários êxitos dos vários escalões.
O FC Infesta, que continua a aguardar pela construção do seu próprio pavilhão conforme promessa da Câmara, vê-se obrigado a andar com cerca de 200 praticantes andebolistas com a casa às costas, a jogar e a treinar em pavilhões vizinhos e, mesmo assim, os resultados têm sido um êxito.
Resultados da semana: Minis: Académica de S.Mamede 6-13 Infesta; Infantis: Carvalhos 35-37 Infesta; Juvenis: Infesta 46-16 Modicus; Juniores: Infesta 34-26 Boavista; Seniores: CALE (Leça) 24-36 Infesta.
No próximo domingo, andebol júnior, Infesta - Sporting, no pavilhão da escola local. Trata-se duma partida importante para o Infesta, que luta pela manutenção na 1ª Divisão Nacional.
Os responsáveis do Infesta sentem-se, igualmente, honrados pelas chamadas recentes à Selecção Detecção de Talentos da zona Norte, dos seus 2 jovens Hugo Pinho e Júlio Sequeira, assim como dos jogadores chamados para a Selecção Nacional de Juniores D, Fábio Rodrigues e Pedro Silva.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Infesta não desarma

10ª vitoria, suada até ao fim

Numa caminhada triunfante, o Infesta não desarma e, desta feita, frente ao Ac. Felgueiras conseguiu o 10º triunfo consecutivo.
O Infesta há quase 30 anos não jogava num campo pelado e teve de sofrer até ao fim para levar de vencida a bem estruturada equipa Felgueirense, numa partida quase sempre bem disputada.
A equipa da casa tudo fez para travar a carreira vitoriosa do Infesta, de princípio tentou assenhorar-se do jogo, mas só aos 15 minutos surgiu um remate que Miguel sacudiu com os punhos. O Infesta nunca descurou o ataque e, na resposta, Paulinho pôs à prova o guardião Cura que defendeu para canto. À passagem da meia hora Miguel ofereceu o corpo à bola a um remate de Vasco.
Os mamedenses com o passar dos minutos, foram-se adaptando às condições do terreno e passaram a pressionar e na sequência de um bom trabalho de Vitinha, depois de se desenvencilhar de dois defesas, cruzou para a área, Pedro Nuno recebe bem a bola e num momento de grande inspiração rodopia e dispara inaugurando o marcador (aumentando para 8 a sua conta pessoal).
O Infesta saia assim para o intervalo a vencer por 1-0.
Alguns minutos depois do recomeço, e como já é costume, a eficácia em momentos cruciais do encontro voltou a funcionar através de Paulinho, que cobrou com êxito uma falta sobre Vitinha II. O remate saiu forte, fazendo a bola passar por meio de muitas pernas traindo o guarda redes Cura, e estava feito assim o 2-0.
O técnico do Felgueiras em desvantagem, fez alterações e a sua equipa ficou mais forte. O assédio à área do Infesta passou a ser mais constante. Hadji, o mais possante da equipa local, aos 65’ esteve perto de marcar, mas o seu remate esbarrou no poste esquerdo de Miguel. O guardião dos mamedenses esteve muito activo e seguro nos cruzamentos, mas aos 74’, depois de um mau alívio da sua defesa, não conseguiu suster um remate colocado por Diogo, reduzindo assim para 1-2.
Nos últimos minutos o jogo ganhou mais emoção com o Felgueiras a acreditar que podia chegar ao empate e intensificou a pressão, mas Miguel e os seus pares anularam algumas investidas. Neste período o Infesta nunca se encolheu, mantendo o fulgor atacante e em contra ataque, criou algumas situações de perigo e poderia ter ampliado num lance em que Vitinha II rematou ao guarda redes Cura, que defendeu para a frente, e na recarga Pedro Nuno rematou ao poste.
O Infesta jogou concentrado e com muito querer justificou a vitoria e contra todas as previsões, mesmo não jogando em casa própria lá continua com grande sucesso na senda das vitorias.
Arbitragem bem conduzida.

José Manuel Ribeiro (treinador do Infesta):
"Eu divido o jogo em 3 partes: nos primeiros 20 minutos aconteceu algum domínio do adversário, mas foi controlado por nós. Depois, até ao 2-0, nós dominamos e controlamos, depois, sim, pertenceu à equipa da casa o domínio, período em que nós tivemos dificuldade em sair para o contra-ataque. O campo também não ajudou, mas erros nossos provocaram o golo da equipa local que antes tinha enviado uma bola ao poste. Nos cruzamentos longos feitos pelo Felgueiras a nossa defesa esteve fantástica. Num dos contra-ataques também mandamos uma bola ao poste que poderia ter ampliado o score para 3-1. Acho que foi uma vitoria justa, num campo difícil, que nos vai dar ainda mais moral. O Felgueiras é uma boa equipa, tem bons jogadores que sabem fazer boa circulação de bola. Penso que vai ser difícil outras equipas ganharem aqui."

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Resumo da semana desportiva

Secção de Andebol esteve em grande no fim-de-semana. O Futebol esteve quase...

No Futebol, mais do mesmo dos seniores do Infesta que voltaram a vencer, desta feita na deslocação a Felgueiras contra o Académico local por 1-2, com os goleadores Pedro Nuno e Paulinho a marcarem os golos do Infesta.
Os juniores continuam na perseguição aos primeiros lugares. A vitória em casa ao Sousense por 4-0, mantém a equipa no 4º lugar da tabela a 4 pontos do 2º, o Amarante, próximo adversário.
Os juvenis, continuam a marcar passo, depois de um inicio prometedor de campeonato. A equipa perdeu em casa com o Maia Lidador por 1-2 e continua no 14º lugar da tabela. No entanto, com a casa nova do Infesta, há agora outras condições de treino para a equipa crescer e começar a subir na tabela.
Os iniciados golearam a Escola de Futebol de Macieira da Maia por 6-0 e subiram ao 3º lugar da classificação, beneficiando da derrota do Rio Ave. A equipa está a 6 pontos do líder Leça e a apenas 1 do Nogueirense, 2º classificado.
Os infantis venceram o Maia Lidador fora de casa por 0-1 e subiram ao 4º lugar da classificação a apenas 2 pontos do 2º, Castelo da Maia e a 6 do líder Senhora da Hora.
Os benjamins continuam invictos na liderança do campeonato só com vitórias. Neste sábado, venceram em casa o 2º classificado Varzim por 1-0 e aumentaram a vantagem para 6 pontos.

No Andebol, os seniores venceram o CA Leça por 24-36 e continuam na liderança da 3ª Divisão Nacional. No próximo sábado, defrontam o Feirense em casa.
Os juniores conseguiram alcançar a primeira vitoria da temporada ao vencer o Boavista por 34-26, passando a "lanterna vermelha" para os axadrezados. No próximo domingo, recebem o Sporting CP.
Os juvenis terminaram a primeira fase com uma vitoria frente ao Modicús por 46-16 e classificaram-se para a fase final da Associação de Andebol do Porto juntamente com o FC Gaia, onde vão defrontar a Académica de S.Mamede, Académico do Porto, CB Penafiel, Gin.S.Tirso, Gondomar Cultural e Salgueiros 08.
Os iniciados folgaram este fim-de-semana e defrontam no sábado o ISMAI, 3º classificado com os mesmos pontos que o Infesta.
Os infantis venceram o Colégio dos Carvalhos por 35-37 mas não chegou para se apurarem para a fase seguinte da competição.
Os minis estrearam-se no campeonato com uma vitoria por 6-13 contra a Académica de S.Mamede e seguem no 3º lugar da classificação. No domingo, recebem o Salgueiros 08.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Estádio F.C.Infesta vai ser estreado a 27 de Novembro

O Campo da Arroteia, que será oficialmente designado por Estádio F.C.Infesta, terá no dia 27 de Novembro, os primeiros dois jogos oficiais. Às 9h30, os benjamins defrontam o Nogueirense em jogo a contar para o Campeonato da AF Porto. À tarde, mais propriamente às 15h00, será a vez dos juniores estrearem o sintéctico quando defrontarem o Alfenense para a 1ª Divisão distrital. Será um fim-de-semana de estreias, uma vez que os iniciados também vão defrontar o Nogueirense mas no domingo às 9h00 e os juvenis também irão jogar mas às 11h00 contra o Senhora da Hora.
Como se sabe, o relvado do Campo Moreira Marques, encontra-se bastante degradado, devido a todos os escalões treinarem e jogarem no local, à excepção dos seniores que não podem defrontar os seus adversários devido ao terreno não ter as medidas mínimas necessárias e por força dessa contrariedade, têm jogado em estádios emprestados quando actuam em "casa". Assim, o relvado do Moreira Marques, vai poder "respirar" um pouco pois os escalões mais jovens, já vão começar esta semana a treinar no sintéctico da Arroteia que, apesar de ainda não ter a bancada construída, já está dotado de balizas.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Impressionante

Mesmo perante uma mão cheia de golos e de futebol, o Pedras Rubras continua a não se aproximar da liderança, ocupada por um Infesta imune a qualquer ataque. Desta feita, em Felgueiras, nova vitória - a 10ª em dez jogos - e não parece haver meio de travar esta máquina trituradora, que, à 10ª jornada, leva mais 10 pontos que o terceiro e 14 (!) que os quartos.
O Infesta soma e segue rumo aos Nacionais. Os goleadores Pedro Nuno e Paulinho expressaram em números a supremacia mamedense, num encontro em que os locais nunca desistiram de lutar pelo empate.

FONTE: Jornal O Jogo

domingo, 14 de novembro de 2010

Infesta continua a vencer

Mais um jogo, mais uma vitoria e o Infesta continua a somar recordes na Divisão de Honra da AF Porto. O pelado do Estádio Dr. Machado de Matos em Felgueiras, não foi problema para a equipa do Treinador José Manuel Ribeiro que venceu o Académico de Felgueiras por 1-2, somando assim a 10ª vitoria em 10 jogos. O Infesta chegou ao intervalo a vencer por 0-1 e na 2ª parte, aumentou a vantagem. O Ac.Felgueiras ainda reduziu, restando ao Infesta gerir o resultado até ao termo do encontro.
Na restante jornada, o destaque vai para a goleada do Pedras Rubras ao Salgueiros 08 por 5-1, que mantém a perseguição ao Infesta continuando a 5 pontos de distancia.

Veja aqui a ficha do jogo.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Estádio do Padroense será a 3ª casa emprestada esta época

O jogo da 11ª jornada que vai opor o Infesta ao Nogueirense, será disputado no domingo dia 21 às 15h00 mas desta feita no relvado do Padroense. Depois de o Infesta já ter efectuado quatro partidas como anfitrião no Complexo Desportivo de Leça do Balio e um no Estádio do Leça F.C., agora é a vez do Estádio do Padroense ser o palco “caseiro” do Infesta, devido a Leça do Balio e Leça jogarem também em casa nesse dia. A hipótese poderia passar pela antecipação da jornada para sábado, à semelhança do jogo com o Lixa, mas tal facto, atrasaria novamente jogos dos escalões inferiores do Leça do Balio e também, evita que treinadores dos adversários do Infesta, estejam no estádio a observar a nossa equipa.

Infesta vai jogar no maior estádio pelado do mundo

O Académico de Felgueiras, é adversário inédito do Infesta. A equipa fundada em 2006, utiliza o Estádio Dr. Machado de Matos onde outrora já jogaram equipas como Benfica, Porto ou Sporting, quando o FC Felgueiras, competiu na 1ª Divisão, em 1995/96. O estádio ficou ao "abandono", quando o FC Felgueiras faliu, a pouca relva, foi transplantada para as rotundas da cidade e o Académico de Felgueiras, veio colmatar a lacuna do futebol sénior na cidade.
O adversário de domingo do Infesta, tem vindo a ter um percurso interessante desde o ano da sua fundação. Na primeira época, na 2ª divisão distrital, conseguiu a promoção à 1ª divisão, onde se manteve durante três temporadas, classificando-se no primeiro ano em 4º e nos dois anos seguintes em 2º, onde esse mesmo lugar na temporada passada, promoveu a equipa à Divisão de Honra. Esta temporada o CA Felgueiras, tem andado pelos lugares a meio da tabela, mas está a apenas a 5 pontos do 3º classificado. Nas suas fileiras, está Bakero, jogador natural da terra e que já passou por vários clubes como o FC Felgueiras, U.Leiria, Braga, Marítimo e Sevilha.
O arbitro do encontro é o Sr. João Lamares.

José Manuel: um estreante em alta

Técnico do Infesta em discurso directo

O F.C. Infesta é um clube de tradições nos Nacionais. Esteve na 2ª Divisão 20 épocas consecutivas e em 2 anos caiu aos Distritais, onde agora está a fazer flores: 9 vitorias, em 9 jogos consecutivos, é um feito invejável. Fomos questionar o professor José Manuel, que estava muito satisfeito no final do jogo entre o Infesta e o Lixa, em que os mamedenses venceram por 3-1.

JORNAL DE MATOSINHOS: Que achou deste jogo em que o Infesta conseguiu a 9ª vitoria consecutiva?
JOSÉ MANUEL RIBEIRO: Mais uma vez a nossa equipa esteve muito bem em termos defensivos, sempre com as linhas bem juntas, as coberturas funcionaram quase sempre bem e o nosso adversário, tirando os lances de bola parada, não nos criou grande perigo. Na parte final, quando jogamos com menos um jogador, devido à expulsão de Vitinha, aí, sim, houve cruzamentos e algum frisson, mas não houve lances de perigo e, mesmo assim, nesse período nós criamos 3 situações que poderíamos ter ampliado o marcador.
Contudo, acho o resultado justo, perante uma equipa que tem muita qualidade, apesar de eles terem tido mais posse de bola a nossa equipa foi mais eficaz, nos momentos certos marcou e soube defender a vantagem com mérito dos jogadores, que mais uma vez estão de parabéns.
Foram fantásticos e isto é o corolário deste excelente inicio de época que estão a fazer e todos os jogadores estão dentro do balneário satisfeitos.

JM: Estava à espera assim de um inicio de temporada com 9 vitórias consecutivas?
JMR: É a 1ª época como treinador e há cerca de 30 anos que o Infesta não participava nos Distritais. É um campeonato difícil e, é claro, não estava a contar com 9 vitórias consecutivas, estava a contar, sim, andar nos primeiros lugares. No inicio da época eu diria que poderia ser impossível chegar às 9 vitorias consecutivas, mas é claro que temos feito por isso.

JM: Qual é o segredo?
JMR: É uma pergunta que toda a gente faz aos treinadores e é claro, tudo é uma ponte que foi bem feita, que começou em Abril/Maio quando este campeonato estava a ser planeado. Aceitei o desafio proposto pelo Presidente Manuel Ramos e começou-se pelas contratações de jogadores com experiência nesta divisão e com a manutenção de jogadores com experiência que participaram nos nacionais, e desenvolveu-se um determinado trabalho. Estou reunido de uma boa equipa técnica, médica e de dirigentes. O segredo, se há segredos das vitórias, é um conjunto de muitas coisas que todas juntas superam toda a equipa. Aqui também há um pouco do meu trabalho, que penso que tem funcionado e que os jogadores têm assimilado as minhas ideias. Eu sinto que eles gostam da forma que eu trabalho o que torna um trabalho positivo, de outra maneira não funcionava.

JM: Esta sequência de resultados é para manter até quando, ou seja, quando é que o Infesta vai perder os primeiros pontos?
JMR: Obviamente que eu digo sempre aos meus jogadores que mais tarde ou mais cedo iremos perder os primeiros pontos, que matematicamente é quase impossível vencer 34 jornadas consecutivas. Vamos tentar retardar o mais possível um desaire, mantendo a senda das vitórias, tudo iremos fazer para manter este ritmo de vitórias, para cimentar uma vantagem boa, para quando falharmos termos uma boa vantagem pontual. Pois quem estiver atrás já não pode falhar o que é muito mais stressante.

JM: A subida de Divisão é o objectivo, e a equipa do Infesta já esta a ganhar a tal vantagem de que fala em relação aos principais adversários?
JMR: Quer dizer… no princípio da época não foi a subida que a Direcção me pediu. Nesta fase não estou tolo ao ponto de dizer que não, obviamente que estamos na frente, neste momento temos uma vantagem de 10 pontos sobre o 3º, pensando que poderão subir 2 equipas. Se nós continuarmos com esta qualidade de jogo, com esta atitude defensiva e esforço dos jogadores, não vai ser fácil perder muitos jogos, obviamente que eu já pensei que podemos subir de divisão.

JM: Gostava de colocar o Infesta novamente nos Nacionais?
JMR: Claro! Não sei se sabem que sou sócio do Infesta há 25 anos. Joguei no Clube desde os meus 9 anos, acabei de jogar aos 25, passando depois a ser o preparador físico de Augusto Mata e, mais tarde, adjunto também de Manuel António. Tenho 36 anos e somando todos estes anos, já são 26 que me ligam ao Infesta. Claro que é o Clube do meu coração, mas sou profissional do Desporto, quer no ensino público, quer aqui, e o objectivo é subir de divisão. Nesta fase já estamos no 1º lugar e não o quero largar, queremos subir e obviamente que a cereja já está no topo do bolo, estamos no bom caminho. O Infesta deixou de ser um Clube do Regional há cerca de 30 anos, toda a gente conhece o seu bonito historial pelo seu passado. Era importante para as gentes de S.Mamede e para a Direcção que nos tem apoiado muito, para estes jogadores, para a equipa técnica e médica, recolocar o Infesta onde ele merece.

JM: Portanto seria importante regressar à própria casa?
JMR: As pessoas esquecem-se que são 9 vitórias fora de casa, se calhar no final da época, quando se for fazer as contas não vai haver nenhuma equipa que tenha conseguido 9 vitórias fora de casa. Temos jogado bem. O que escuto dos jogadores é que jogar em casa ou fora temos que encarar os jogos da mesma forma e temos feito isso, obviamente que estamos desejosos de voltar a jogar em nossa casa. Será um campo novo, onde haverá melhores condições de trabalho. As pessoas, na sua maioria, não sabem que temos um campo relvado que tem pouco disso, as dificuldades têm sido muitas, daí este 1º lugar deverá ser mais valorizado. Devemos ser na nossa Divisão, até este momento, o Clube com piores condições de trabalho, sempre com a casa às costas, tanto para treinar como para jogar em casa emprestada.

Joaquim Sousa

FONTE: Jornal de Matosinhos